Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Marinha das Ondas - artigo "A sanita do concelho" - problemas ambientais

“A sanita do concelho”
Cansados de tanta agressão ambiental, os cidadãos da Marinha das Ondas manifestaram-se esta semana contra a eventual localização de uma nova indústria na sua freguesia. Os incómodos diários são diversos, sendo o mais evidente os maus cheiros libertados pelas celuloses. Muitas vezes quem “está de fora” pensa erradamente: “eles já estão habituados”. Não é verdade. Ninguém se habitua ao “mau cheiro”, seja ele permanente ou temporário. As pessoas sofrem em silêncio, a sua saúde fica a médio e longo prazo comprometida.
Isto perante o reduzido interesse manifestado pelas autoridades locais em resolver os problemas, ou pelo menos mitiga-los. Há passividade face os “interesses económicos em causa”, e assim, sem líderes, a população resigna-se e aceita a situação sem se manifestar publicamente. Por isso, a expressão do presidente de Junta da Freguesia da Marinha das Ondas, a “sanita do concelho”, teve impacto na imprensa regional. Assumir este epíteto é quebrar com o t…
Mensagens recentes

Mobilidade elétrica na Figueira da Foz

Na Figueira da Foz ainda não temos postos de carregamento públicos para carros elétricos. Um falha por colmatar dado que existem já uma dúzia de veículos e muitos visitantes que gostariam de ter onde carregar. Adicione-se a isto as distâncias entre os locais com pontos de carga rápida - Aveiro, Coimbra e Leiria. Por exemplo quem venha de Aveiro não tem onde carregar antes de Leiria (+de 100 km).
As fotos referem-se a postos de carregamento em Gaia, onde carregámos a caminho do Alto Minho.

Abate de árvores na Figueira da Foz - artigo de opinião

Artigo publicado no Diário as Beiras a 18 de agosto, 2018


O abate das árvores
A atitude prevalente relativa às árvores em meio urbano resume-se com a anedota: “Um casal de namorados aproxima-se de um espaço verde, quando a jovem, num momento romântico lhe diz: - Querido consegues ver este magnífico bosque? E ele responde: - Hmm ainda não! Estas árvores não me deixam ver nada…” Os planeadores urbanos descuram frequentemente a preservação das árvores, é mais fácil arrasar e plantar novo do que traçar o perfil do arruamento em função do património natural existente. Vem isto a propósito do recente protesto do Movimento Parque Verde, contra o abate de 16 árvores em Buarcos. Destaque-se aqui a iniciativa do dr. Luís Pena que luta, desde os anos 90, por uma Figueira mais verde e saudável. Recordo bem a sua ação contra as podas destrutivas no mandato de Santana Lopes (PSD) nas Abadias. Conseguiu-se mediatismo para as árvores, porque são vários os casos de abate de em obras municipais, para …

Água para consumo humano será testada para pesticidas

Segundo o regulador - a ERSAR- as águas para consumo humano vão ser testadas quanto à presença dos seguintes pesticidas:
2.2 - ZONA DO BAIXO VOUGA E LITORAL                                                                                     
Plano de Pesticidas a pesquisar em águas destinadas a consumo humano para 2019/2021
Figueira da Foz
Substâncias ativas: alacloro, bentazona, clorpirifos, dimetoato3, diurão, imidaclopride, MCPA, metolacloro, oxadiazão e terbutilazina1

Informação presente aqui no site da ERSAR

Comparativamente a outras regiões o número de pesticidas é maior, devido certamente à atividade agrícola no baixo Mondego, em particular a cultura do arroz onde são utilizados pesticidas, largados até com recurso a avionetas.

A realização das análises reforçam a necessidade de reduzir ao mínimo a utilização de pesticidas, praticando-se uma agricultura que respeite o ambiente, usando produtos compatíveis com a saúde humana, a médio e longo prazo.


Herbicidas na Figueira da Foz - Carta à Câmara Municipal da Figueira da Foz

CARTA enviada à Câmara Municipal da Figueira da Foz
O problema dos herbicidas (glifosato) e seu uso no espaço público.

1. Os avisos são colocados em locais de pouca visibilidade e não apresentam informação específica quanto aos riscos e perigos.

2. Há vários estudos - ver referência abaixo - que indicam que o controlo de infestantes com aplicação de herbicida de síntese à base de glifosato pode  provocar alterações nefastas na saúde. 
A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que  "o glifosato é um herbicida genotóxico (com efeitos negativos para o ADN) e “provavelmente” carcinogénico"
(ver mais aqui https://www.publico.pt/2017/11/27/ciencia/perguntaserespostas/o-que-e-o-herbicida-1794123
Contudo, a Câmara Municipal da Figueira da Foz contínua a usar glifosato, apesar dos evidentes riscos para a nossa saúde.

3. Houve aplicação de herbicidas junto a Escolas, algo que é desaconselhado e proibido pelo Decreto-Lei n.º 35/2017

4. Existem várias alternativas à aplicação de …

Passeios na Figueira da Foz

Os passeios continuam como sempre tortos, estreitos, sem continuidade. Na Figueira da Foz, o peºao não conta, não tem direitos. (Rua do QuarteL; Rua D Maria)