5.3.08

Duarte Silva endivida o Município

A Câmara Municipal da Figueira da Foz, pela mão do seu Presidente, Eng. Duarte Silva, endivida-se novamente. Dívidas para pagar...dívidas ! A bola não pára de crescer.
A política de Ambiente é uma amostra do desleixo reinante. Quase um milhão de euros por ano só para Espaços Verdes (muitos relvados avulsos, poucos jardins e pequenos....as Abadias como excepção) ! Numa cidade com menos de 20.000 habitantes, há pelo menos três empresas privadas a cortar relva e a podar (desnecessariamente, e em prejuízo da cidade) árvores ornamentais. Além da brigada existente na Câmara Municipal para estes assuntos, que também corta relva, poda árvores, rega...
Para quem observa atentamente o fenómeno, há uma duplicação de meios e tarefas. Os próprios Presidentes de Junta afirmam que conseguiriam fazer mais com menos dinheiro. Eu acredito que sim.

Falta água ? Chove pouco ? Planta-se mais relva ao estilo inglês (mas sem o clima britânico), consome-se mais água (ontem, a 4 de Março, regavam-se abundantemente os relvados da Av. 25 de Abril....em Março, com humidade nocturna e algum frio !).

A Figueira produz muito lixo ? Produz. O que se faz para contrair este estado de coisas, Presidente Duarte Silva ? Nada. Campanhas de sensibilização ? Tarifário adequado ? Mais e melhores Ecopontos ?

ZERO. Inércia. O Presidente Duarte Silva aceita a realidade sem a querer mudar, mas ele tem poder para criar outra realidade...mas não o faz, estando de bem com todos.

No entanto, a CDU (ou PCP ?) local estão é preocupados com a recolha atempada...isto é dão mais atenção aos sintomas do que à doença. Isto de criticar o povo...pelo comodismo não é muito comunista !

A Câmara não cumpre o seu papel, não aplica políticas que nos façam sair deste ciclo vicioso: gasta-se, pede-se emprestado, e o próximo que pague a conta !
Infelizmente, pagamos todos.

Sem comentários:

Enviar um comentário