26.3.08

Passeios campestres - Alhadas






Desde miúdo que adoro passear pelo campo. Seguir os trilhos, observar a bicharada, respirar o ar fresco, sentir o verde luxuriante da Primavera. Na foto um recanto situado perto da Escola Pintor Mário Augusto, muito verde, bastante selvagem.
Apesar de termos poucos coelhos, menos raposas, ... e infelizmente mais lixo, os jovens da Escola que procuram os esconderijos não se coíbem de deixar as embalagens do chocolate, a garrafa de plástico, o pacote do maço de cigarros. Choca-me, até do ponto de vista estético: a perda da beleza, o violento contrate entre a harmonia do campo e o lixo da cidade. Já alertei o Presidente do Conselho Executivo da respectiva Escola para a situação. No entanto, ano após ano, o lixo acumula-se entre o verde.

Sem comentários:

Enviar um comentário