10.6.08

Alterações Climáticas

Crónica de Rui Silva, investigador no Departamento de Física da Universidade de Coimbra, natural da Figueira da Foz, actualmente em Bruxelas

A charlatanice climática em livro

O político americano Marlo Lewis Jr. dedicou a obra "A ficção Científica de Al Gore" exclusivamente à crítica do livro de divulgação "Uma Verdade Inconveniente" de Al Gore. Estamos perante a obra de um autor sem formação científica que tem a pretensão de desmentir uma obra de divulgação científica de um autor, que embora não seja cientista, se baseou em trabalhos publicados em revistas científicas da especialidade.
O livro de Marlo é articulado num formato repetitivo onde se faz marcação cerrada a cada frase da obra de Al Gore, explorando até à exaustão o seu potencial para gerar a maior controvérsia possível. É uma velha e conhecida fórmula pseudo-científica muito utilizada por seitas exotéricas, pela cientologia, pelos crentes na ovniologia e pelos niilistas das viagens à Lua.
A obra falha em absoluto no seu objectivo principal, não revelando qualquer erro inerente à ciência que fundamenta o aquecimento global e em particular inerente à obra de Gore, aliás como já tinha concluído a resolução do tribunal britânico e a dos investigadores do IPCC sítio de divulgação Real Climate. No entanto, o pouco que é exposto nos vários prefácios da obra de Marlo Lewis e na capa da mesma obra apresenta, aí sim, graves erros científicos. Na capa encontramos o pior erro, onde se pode ler que o actual aquecimento global "resulta de ciclos climáticos naturais em que o ser humano tem pouca ou nenhuma influência". Ora, não existe qualquer trabalho científico publicado em revistas da especialidade onde essa tese seja fundamentada à custa apenas dos ciclos naturais, pelo contrário existem milhares de artigos publicados em revistas da especialidade que indicam claramente o contrário, indicam que a actividade humana com uma probabilidade superior a 95%, é a responsável pelo aquecimento global.
Recentemente, Gavin Shmidt, um dos investigadores do Real Climate, ao ser solicitado para comentar as opiniões de Marlo Lewis, respondeu que o número de disparates debitado por Lewis é tal que torna inviável a formulação de comentário sério às suas posições. Estamos pois, no registo da charlatanice barata.


http://www.esquerda.net/index.php?option=com_content&task=view&id=7130&Itemid=1

Sem comentários:

Enviar um comentário