25.11.08

Apreciação ao Plano de Urbanização da Figueira da Foz


[Primeira Parte]
1. A actual proposta de alteração ao PU revela-se ineficaz para traduzir uma visão sustentável do espaço urbano que tenha por base uma estratégia de consensualização entre os vários parâmetros aos quais importa atender, porquanto:
a) Não favorece a coesão territorial, acentuado uma divisão por “fatias” do espaço urbano, ao invés de criar canais de continuidade horizontal no “mapa” da cidade;
b) Não se vislumbra que alguns dos considerandos observados no relatório, v.g. pressão da construção sobre os espaços ainda livres quando comparados com os fogos desocupados e o crescimento previsto da população, bem como a actual crise do imobiliário, tenham merecido acolhimento na proposta;
c) Não existe fundamentação para o aumento do perímetro urbano e, em alguns casos, diminuição dos espaços verdes relativamente ao ora previsto, com consequente transformação em zonas habitacionais de áreas para tal inadequadas
d) A proposta de plano possui graves lacunas no Plano da Mobilidade, como a não consideração de um sistema urbano de transportes públicos (exigência do artº 88 DL 316/2007 de 19 de Setembro) ou uma rede de mobilidade sustentável de ciclovias e caminhos pedonais;
e) Os parâmetros previstos no artº 14º da proposta de Regulamento não integram especificidades próprias dos diferentes zonamentos e das diferentes utilizações previstas para cada um dos tipos de solos;
f) Persiste de forma clara uma insuficiente (ou nula) fundamentação das opções tomadas em relação ao zonamento proposto, aos índices de construção permitidos, ao número de pisos e altura dos edifícios.

1 comentário:

  1. Depois de saber o que se pretende com o PU e as zonas a construir , não fiquei nada chocado porque desta Edilidade já esperava tudo.Senão vejamos:
    A Figueira da Foz tem vários planos aprovados,gestão transito,plano urbanistico e tributario etc onde são especificados os locais de estacionamento a pagar,os de borla,os direitos dos peões,quem é a Figueira Praques,o que fazem os fiscais e muito recentemente até ganhou uma medalha qualquer sobre a MOBILIDADE.Como deve ser implementada a publicidade na cidade,como devem ser os estaleiros de obra na cidade etc.Eu pergunto, onde está a ser cumprido tudo isto?No verão é uma confusao no estacionamento e no transito,no inverno continuamos a ver carros estacionados nos passeios junto ao Forte Sta Catarina e o parque das gaivotas vazio.Vemos caravanas estacionadas no centro da cidade como se não houvesse um parque de campismo municipal.
    Lixo no chão e vidrões a abarrotar é só percorrer as nossas ruas.Policia nem ve-la e quando aparece é de carro...por isso é que estão cada vez mais barrigudos.
    Por tudo isto e mais alguma coisa não me admiro da fraco sentido civico das pessoas que têm a responsabilidade actualmente na Camara.Limitam-se a dizer que falta dinheiro mas e as outras cidades ?
    Que sentido faz propor construção para o campo de treinos quando na não existem instalações desportivas condignas para os jovens praticarem futebol,atletismo etc.Vão assitir nos fins de semana aos jogos dos miudos nesse campo de jogos e vejam a poeirada incrivel que se levanta.Julgo que os Figueirenses dispensam mais construção , primeiro vendam os cerca de 20 mil fogos que existem por vender.
    Estou de acordo com o Movimento Parque Verde quando propoe o adiamento da votação por um ano.Vamos deixar que ocorram as próximas eleiçoes autarquicas e depois com os novos representantes da população discutir o que mais interessa à Figueira.Penso que o sentimento que existe na população é de uma grande frustação em relação aos componentes dos orgãos camararios e se eles souberem ler esses sentimentos ficam quietinhos e quem sabe até calçam as pantufas porque vai sendo tempo.
    LF-Figueira da Foz

    ResponderEliminar