20.1.10

A credibilidade da RDP, o copy paste e o Provedor do Ouvinte

Estação alvo da Mensagem: Antena 1
Texto: Exmo Provedor do Ouvinte
Adelino Gomes,

Nos sucessivos noticiários nocturnos do dia 18.01, a informação pautou-se pela notícia das \"falências no sector dos transportes\" tendo como causa principal o aumento dos combustíveis. Toda a notícia tinha como base um comunicado da ANTRAM. Ou seja, uma entidade corporativa emite informação, o jornalista copia , amplifica e divulga como verdadeira. Contudo, o jornalista da RDP não trata de saber se a informação é verdadeira. Há mais falências ? O que diz o INE ? O que dizem as Câmaras de Comércio ? Há dados fidedignos ?

Se há porque não são apresentados pelo jornalista de forma a complementar e a reforçar aquilo que diz a ANTRAM ?
Digo eu: o jornalista fez o trabalho fácil, copiou e difundiu. Ponto final. O jornalista passa assim a ser uma voz de propaganda e não um ...jornalista.

A RDP perde credibilidade. Não houve falências no sector dos transportes. Pelo contrário as empresas prosperam e com estas actos pretendem diminuir os custos e pressionar o Governo. [informação idêntica à do jornalista, não validada ]

Este caso não é único, muitos jornalistas da RDP limitam-se a amplificar comunicados sem tratar de os verificar nem validar, muito menos enquadrar.

Cumprimentos,
João Vaz
Classificao da Mensagem:
critica

Sem comentários:

Enviar um comentário