13.8.10

Os militares e o incêndio na Mata do Cabril, Gerês

Miguel Dantas da Gama defende que o fogo, que arde numa das “melhores zonas que existem no parque, em termos de flora e fauna”, poderia ter sido evitado caso se tivessem tomado medidas preventivas.

“O fogo teve início em Vilarinho de Furnas, atravessou a Serra Amarela e está agora na Mata do Cabril. Isto teria sido evitado, se as autoridades competentes tivessem tomado medidas a tempo e horas”, indica o responsável do FAPAS, sublinhando que “deviam ter sido accionadas forças do Exército para desbastar a mata antes que isto acontecesse”.

Segundo Lagido Domingues, director do Parque Nacional da Peneda-Gerês, "as forças especiais de combate têm feito um trabalho notável e barraram ontem a zona principal do incêndio", na Serra Amarela.


Jornal Público, 13.08.2010

Sem comentários:

Enviar um comentário