3.9.10

Parques Infantis


Foto: Parque infantil algures em Ingalterra

Do 8 ao 80, assim poderá ser contada a estória dos parques infantis em Portugal.
Os parques infantis são entre nós luxuosos, piso de borracha , brinquedos XPTO (caríssimos...) !
Quando vivi na Alemanha reparei que muitos parques eram o mais básico possível: baloiços feitos com pneus velhos, piso em cascalho de pinheiro, tudo muito simples e resistente ao vandalismo. Os brinquedos não tem limitação de idade podem ser usados por todos.

Nalguns parques, em Berlim, os brinquedos foram da autoria de alguns miúdos ajudados por carpinteiros e técnicos especializados, Ou seja, foram os próprios miúdos que fizeram o parque, com pregos, martelos e madeira.

Se fosse cá logo diriam alguns "é impossível, outra mentalidade..." Estes são aqueles que nunca tentam fazer nada e preferem comprar tudo feito, porque lutar contras "as mentalidades" dá mesmo muito trabalho.

Isto a propósito da falta da tal comissão que deveria fiscalizar mas não fiscaliza os parques. Uma vergonha de confusão e uma amostra da desorganização que impera nalguns serviços.

Isto também a propósito de cada vez mais se observam pais que não cumprem com as regras mínimas de segurança relativas ao bem estar dos filhos: miúdos no lugar da frente do carro sem cinto de segurança; miúdos na praia às 13h que parecem lagostas; miúdos que não se mexem e sofrem de obesidade infantil...enfim !

Sem comentários:

Enviar um comentário