19.10.10

Os chefes que (não) calçam as botas dos operários



Um comercial que vende equipamentos para operários confidenciou-me que muitos "chefes" não sentem as dores dos seus subordinados. "Compram a metro", sempre do mais barato que há, sem olhar ao conforto e bem estar dos respetivos subordinados. Enfim, não calçam as botas dos operários, não sentem os pés a "cozer" no Verão e a gelar no Inverno, não sentem as dores na coluna, as articulações a soçobrar, ...

Esta é uma mentalidade muito latina, a distância entre "o chefe" e o "chefiado". Revela-se não tanto no tratamento mas na distância à realidade, na falta de empatia, na ausência de fiscalização (no bom sentido) e no controlo do que se faz, porque se faz assim e como se poderia fazer melhor.

Claro que "comprar a metro" sai caro, os equipamentos baratos ao fim de pouco tornam-se inúteis...e é preciso comprar mais, gastando-se mais.

Sem comentários:

Enviar um comentário