10.10.10

Os sacríficios da classe média portuguesa...

Segundo um artigo de opinião (Público, 04.10) de Francisco Sarsfield Cabral de Janeiro a Agosto de 2010, "venderam-se em Portugal 46% mais carros do que em igual período de 2009 (no conjunto da União Europeia houve uma baixa de 4%).
A subida de telemóveis foi de 30% [nota: o país já tem mais de 10 milhões de números de telemóvel registados]. E há mais 22% de cartões de crédito.
No segundo trimestre baixou a poupança das famílias, contra o habitual quando há aperto no horizonte."


Sacrifícios ?
Em Portugal ?
Não parece, a julgar pelos hábitos de consumo da esmagadora maioria da classe média portuguesa não há crise.

1 comentário:

  1. perdido por um perdidos por mil!...
    isto só pode ser uma pátria de doidos!..

    ResponderEliminar