13.11.10

Perdemos todos com a extinção da Linha do Tua



O desaparecimento da linha do Tua, uma obra excepcional de engenharia devido à dureza do local escarpado onde foi construída em 1878 é um erro. O potencial turístico vai ser desbaratado. Aquilo que nos distingue de outros países, uma paisagem diversificada, natural e selvagem tem sido nos últimos 40 anos, está a desaparecer.

O pior é que se trata de mais uma barragem que servirá quase exclusivamente para alimentar o nosso desperdício de energia. Ou numa outra perspetiva, serve para dar emprego temporário à indústria da construção civil e escoamento ao cimento que produzimos.

Estamos a matar a identidade paisagística do país, dia após dia, colonizamos o território sem respeitar o património natural.

Sem comentários:

Enviar um comentário