17.12.10

O sistema de aprendizagem e a taxa de desemprego

Neste post do Rui Fonseca lê-se que a taxa de desemprego entre os jovens alemães é semelhante à dos adultos. A razão é simples: o sistema de aprendizagem divide desde a 6ª classe (aos 12 anos) os que têm vontade de estudar e os que tem apetência para "trabalhar", i.e. fazer coisas práticas, aprender uma profissão.

Aos 16 anos muitos jovens são integrados nos quadros técnicos de fábricas e empresas, trabalham como qualquer outro operário, apesar de continuarem a frequentar a escola.
Os outros que estudam em sala e querem ser doutores têm que fazer um 13º ano e passar numa quantidade enorme de testes para aceder à universidade. Aqui não há numerus clausus (exceto para Medicina) e cada um segue o curso que bem entende. 

Registe-se ainda o facto de muitos engenheiros terem passado pela escola profissionalizante e serem serralheiros, carpinteiros, canalizadores,...o que lhes dá uma enorme capacidade de "engenhar", não sendo uns meros teóricos da engenharia como acontece tantas vezes entre nós !

Sem comentários:

Enviar um comentário