2.8.11

A infantilização da TV ( RTP, serviço público ?)

Sento-me no sofá, já tarde, depois das 22h45 e ligo a TV. Espero que o serviço público me ilustre, informe, ou pelo menos me faça pensar em qualquer coisa de edificante. Na RTP1 a repetição da repetição de programas já conhecidos e passados. Na RTP2 mais uma série americana. Uma família disfuncional, pancada, alcoolismo, vícios, um humor gasto,...enfim, mais do mesmo, a FOX enfiada na RTP2. Programa com bolinha vermelha ! Mas, é isto serviço público ? A infantilização da sociedade, as flashnews, os concursos, os 720 filmes americanos anuais,...um contínuo de programas inócuos, sem chama, com as mesmas caras às mesmas horas, estamos na mesmoa desde há 10 anos. A crise é um estado mental. Basta olhar para a programação da nossa televisão pública e perceber que não evoluímos nada.
O pacote básico da TV Cabo é pouco mais que uma colação de canais formatados: hospitais, crimes, concursos, realty shows, ...e muito de vez em quando uns documentários com algum interesse, normalmente a horas impensáveis.

Desisto mais uma vez, vou buscar à NET os programas que me interessam !

1 comentário:

  1. Cá por mim partilho aesta opinião, temos uma programação desprovida de interesse, sem nada de construtivo. As novelas dão exemplo de como comunicam as pessoas, gritam em vez de falar poucos programas há de forma a criar incitivo ao progresso tais como o descuido da natureza,o não plantar árvores, o colocar papeis e entulho nas bermas de estrada,a colocação desorganizada de toda a espécie de latas e barracões nas residencias, desfigurando o meio ambiente, o incómodo causado por cães barulhentos e maltratados amarrados a correntes de metro todo o dia... enfim muitos temas teria que tratar a nossa televisão afim de informar e instruir as pessoas... Estamos no século do progresso e que fazemos nós?
    Ass Inês Contins

    ResponderEliminar