17.1.13

Acumulação de Plástico no Fundo do Oceano Ártico

Segundo um estudo recente (2012) publicado na site da União Europeia dedicado à Ciência e Ambiente, o fundo do Ártico tem o agora muito mais resíduos de plástico do que tinha há 10 anos atrás. Estima-se ainda que quase 10% do plástico produzido a nível mundial vá parar aos mares, degradando-se aí em partículas quase invisíveis.
Os problemas associados à presença de plásticos nos Oceanos são inúmeros, desde a redução dos níveis de O2, aumento da atividade bacteriana até ao estrangulamento de tartarugas, aves, peixes,...etc.
O artigo refere ainda Lisboa: numa falha marítima junto à cidade , registaram-se 6 600 partículas por quilómetro quadrado...impressionante.

Sem comentários:

Enviar um comentário