7.2.14

Abate preventivo de árvores

 Caiu uma árvore de grande porte em Coimbra. Destruiu alguns carros, mas felizmente não morreu ninguém. A notícia que abre telejornais, naquele jeito espalhafatoso que as nossas televisões teimam em consolidar. Um perigo, as árvores, logo devem ser abatidas.
A empresa Estradas de Portugal decide abater centenas de exemplares ao longo de várias estradas - ver notícia abaixo. Perdemos todos com esta paranóia injustificada !
Visito a feira de Miranda do Corvo. As árvores do centro da vila foram podadas sem rei nem roque, as moto-serras alinharam (rolamento) as árvores, abrindo feridas enormes e pontos de vulnerabilidade. Felizmente, em Lisboa e no Porto, os espaços públicos já são cuidados de forma mais profissional e é raro ver podas radicais, como as realizadas também na Figueira, na Praça Nova e noutras artérias, onde alguns "amadores"  transformaram árvores em conjuntos áridos de palitos e ramos.




Estradas de Portugal abatem árvores no litoral alentejano

A empresa Estradas de Portugal está a promover o corte de centenas de pinheiros-mansos de grande dimensão na Estrada Nacional 261 entre Melides e Santiago do Cacém, no litoral alentejano, sem que as árvores apresentassem problemas fitossanitários. O risco de queda de árvores para a Estrada Nacional 261 era reduzido, o que se confirma por aquilo que aconteceu no último inverno dado que, mesmo com as condições meteorológicas adversas que se registaram, as árvores resistiram.
in  QUERCUS

Sem comentários:

Enviar um comentário