11.2.14

Caulinos no concelho da Figueira da Foz

A exploração de caulinos numa área  concessionada de 500 hectares nas freguesias de Bom Sucesso e Ferreira-a-Nova a uma empresa PME de Pombal.
A apresentação pública da eventual exploração dos caulinos nas Juntas de Freguesia foi muito participada, mostrando os habitantes da região presentes cepticismo e alguma incomodidade perante o cenário.
Algumas notas soltas:
  1. O subsolo pertence ao Estado e não ao proprietário do terreno
  2. A exploração pode avançar mesmo com a classificação de RAN, REN,...porque é declarado interesse nacional do minério. Mas, há explorações que foram inviabilizadas, mesmo de ouro, em Portugal
  3.  A empresa promotora assumiu que não fará a exploração contra a vontade dos proprietários dos terrenos
  4. Reclamações: a Câmara Municipal apresentou uma Reclamação fundamental. O período para as pessoas reclamarem começou a 13 de janeiro e extende-se por 30 dias.
  5. A exploração dos caulinos tem impactos ambientais significativos que devem ser estudados através de uma Avaliação de Impacto Ambiental. A empresa promotora comprometeu-se a realizar uma AIA caso a exploração venha a tomar corpo.

Ver aqui o AVISO e mapa com a localização da exploração

Sem comentários:

Enviar um comentário