30.3.14

Crítica aos partidos de Esquerda ou o fundamentalismo do "crescimento perpétuo"

Quando ouço os partidos de esquerda (PS; BE; PCP...e até o MRPP) falarem da necessidade do crescimento económico para sairmos da crise, fico frustrado. E facilmente chego a conclusões pouco animadoras: a Esquerda, tal como a direita, quer mais capitalismo, mais produção material, mais consumo, mais individualismo, mais emprego, a mesma destruição do capital natural,...etc.

Ou seja, querem mais exploração do homem pelo homem, como se dizia nos 80.

Os ideias da sustentabilidade ecológica não são compatíveis com uma economia que pretende resolver os problemas com o aumento do consumo e um crescimento perpétuo.

Ver Steady State Economy




Sem comentários:

Enviar um comentário