17.4.14

Viver acima das nossas possibilidades - carros novos

 O jornal Público noticia hoje que "Portugal é o segundo país da União Europeia com o maior aumento de registo de novas matrículas", curiosamente seguido do Chipre !

Portugal é um país oficialmente em crise sob assistência financeira com um elevado número de desempregados, portanto seria de esperar que as vendas de carros novos fossem residuais, ou então em carros muito eficientes. Nada disso. Os carros são convencionais, a gasóleo (combustível muito poluente e um contribuinte para as emissões de gases com efeitos estufa) e gasolina, sendo reduzidas as vendas de carros a GPL ou elétricos.

Viver acima das nossas possibilidades significa gastar mais recursos do que os podemos renovar, recorrendo a tecnologias ultrapassadas e com grande impacto ambiental. Do mesmo modo nota-se que o modelo de desenvolvimento permanece inalterado, a crise não levou as pessoas a usarem mais o transporte público ou outros modos suaves, mais baratos e em harmonia com o meio.
Neste sentido a crise tem sido uma oportunidade perdida, continua tudo mais ou menos na mesma, sem alterações de hábitos nem opções cuidadas do ponto de vista do uso dos recursos e da sustentabilidade.




Sem comentários:

Enviar um comentário