16.1.15

Herbicidas e Pesticidas na borda das estradas e ruas - Vila Verde, Figueira da Foz

As estradas, ruas e caminhos de Vila Verde foram pintados de castanho. Vários quilómetros onde o verde foi obliterado por "camadas" de pesticidas e herbicidas. Qual o objetivo ? Para quê envenenar a terra ?
Respondo eu, razões estéticas e tradições tão antigas quanto erradas - as "ervas" são um problema, mesmo que pequeninas e inofensivas.

A QUERCUS iniciou uma campanha que visa reduzir o uso de herbicidas e pesticidas, usando alternativas à eliminação destes venenos. Infelizmente, a Figueira da Foz não se encontra entre as autarquias aderentes.
Citando a QUERCUS:

Esta iniciativa, a que se juntou a Plataforma Transgénicos Fora, pretende desenvolver ações para a redução do uso de pesticidas, onde se incluem os herbicidas. O seu uso, em especial dos herbicidas à base de glifosato (o mais usado em todo o mundo), tem aumentado muito nos últimos anos devido à proliferação das culturas geneticamente modificadas (OGM), que se tornaram resistentes à sua aplicação (quando antes da modificação genética, morriam com ele).

Para o lançamento desta campanha, foi endereçada uma carta a todas as presidências de Câmaras Municipais e alertou-se para os riscos ambientais e de saúde inerentes à aplicação de herbicidas em espaços públicos. Da mesma forma, promoveu-se a utilização de métodos alternativos, assim como a opção zero, ou seja, a possibilidade de, em áreas marginais, a natureza poder manifestar a sua rica biodiversidade, até porque muitas ervas podem ter uso alimentar e medicinal.



Sem comentários:

Enviar um comentário