11.7.15

A ponta do iceberg "Figueira da Foz – Apreensão de pescado"

Permanece um flagelo, a pesca ilegal de espécies com taamanho inferior ao permitido, em fase ativa de reprodução.
Este é um problema que urge resolver, apesar de todo o empenho da GNR, na fonte, formando e consciencializando melhor toda a população. A procura (os distribuidores, consumidores, restaurantes) têm um papel fundamental na eliminação do motivo (a venda, o lucro) de quem captura ilegalmente o peixe.
Pouco ou nada se faz a este nível.

Notícia aqui no site da GNR

Militares do Subdestacamento de Aveiro e do Subdestacamento da Nazaré do Destacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz, no âmbito da fiscalização direcionada para o controlo da comercialização e transporte de pescado imaturo, efetuada no dia 7, apreenderam pescado no valor de 4 860 euros.
Foram apreendidos no total, 510 quilos de carapau e 180 quilos de pescada. O pescado foi apreendido por ter tamanho cuja lei não permite a sua comercialização e, após inspeção foi distribuído por instituições de solidariedade social.

Sem comentários:

Enviar um comentário