11.12.16

ClimAdaPT. Local - Figueira da Foz

O programa ClimAdaPT. Local, financiado pela APA e fundos do EEA, chegou ao fim, após 2 anos de trabalho com 26 municípios, incluindo a Figueira da Foz.
É interessante verificar quais as conclusões do trabalho realizado com os atores locais, na Figueira da Foz realizou-se em Março de 2016.
Conhecidas as previsões, os participantes do workshop foram convidados a integrar uma de cinco mesas temáticas, debatendo questões setoriais, num trabalho desenvolvido ao longo de três horas. As conclusões apresentadas incluíram:
  •  Zonas costeiras: transporte das areias em excesso no areal da Figueira da Foz para as praias a sul;
  •  Recursos Hídricos - foi considerada fundamental a obra de manutenção do canal que abastece todo o concelho, competência da Agência Portuguesa do Ambiente, e ainda a promoção da reutilização de águas residuais;
  • Floresta e Agricultura - limpeza das matas e ordenamento florestal, processos que deverão seguir-se ao necessário cadastro das propriedades rurais; dinamização da Bolsa de Terras; circuitos de gestão do tratamento dos resíduos florestais e criação de ZIFs (Zonas de Intervenção Florestal);
  • Energia, Saúde e Edificado – colaborar com as populações mais frágeis e com menos capacidade - pela idade, pelo isolamento ou pela debilidade económica - nas adaptações necessárias nas suas habitações; nas novas construções, a orientação dos edifícios, a sua eficiência energética e a qualidade dos materiais deve ser matéria de aconselhamento e fiscalização;
  • Turismo e Espaços Verdes: aumento das hortas urbanas, promoção dos percursos pedonais, melhoria dos acessos às praias, aproveitamento ambientalmente sustentado da Ilha da Morraceira e respetivos recursos naturais;
  • Indústria: fomentar a necessidade de utilização de tecnologias “mais limpas”, apoio ao turismo de natureza e divulgação científica.
Este conjunto de intenções está longe de ter sido apropriado pelo decisores locais. Aliás, está quase tudo por fazer, como se poderá observar nas prioridades da gestão quotidiana da Câmara Municipal.

Sem comentários:

Enviar um comentário