Mensagens

A mostrar mensagens de junho, 2009

Fora do país - 8 dias

Imagem
Buraco na escadaria do Museu Municipal Santos Rocha, e pedras escurecidas pelo tempo. Devido a afazeres profissionais irei estar 8 dias fora do país. Vou faltar ao encontro ginasista, Festas de São João, sessão da Assembleia Municipal e às apresentações dos candidatos. Será talvez uma das semanas mais animadas deste início de século na Figueira da Foz... Hoje, Duarte Silva anunciou a sua candidatura em publicidade paga nos jornais regionais, mas sem o PSD. Será que irá mais uma vez apresentar-se sozinho e esconder o resto da lista ? Assume o protagonismo todo ? E as responsabilidades dos erros de gestão e do descalabro em que a Câmara se encontra, quem as assume ? Será que as vai empurrar para os vereadores José Elísio e Lídio Lopes passando mais uma vez pelo mandato como se o Presidente fosse uma outra pessoa ? Espanta-me que ainda haja alguma alma que possa ser iludida pelo carisma e aparente simpatia de Duarte Silva. Na última reunião, o Presidente Duarte Silva , quando lhe fal

Os transgénicos e as eleições europeias

Os Organismos Geneticamente Modificados (OGM) mais conhecidos por transgénicos já chegaram ao concelho da Figueira da Foz, de mansinho, e sem o conhecimento da generalidade da população. Serão também poucos os que estarão familiarizados com o tema, pois este não tem sido discutido entre nós. O que são alimentos geneticamente modificados ? Quais os benefícios ? Que riscos corremos ao consumirmos alimentos OGM ou animais alimentados com rações transgénicas ? Em primeiro lugar, saiba o leitor que a esmagadora maioria dos produtos animais à venda em Portugal é proveniente de explorações pecuárias onde se utilizam rações transgénicas. Sabendo-se que ainda não há rotulagem eficiente, não podemos reconhecer a presença de OGM na carne, no leite, nos ovos, no peixe (de aquacultura) e em muitos produtos derivados. Só os produtos biológicos certificados escapam ao uso de rações transgénicas e por isso estão livres de OGM. Há contudo concelhos que recusam a presença de campos cultivados com OGM

Falta de seriedade - Recandidatura Duarte Silva

Nos jornais regionais de hoje anuncia-se que o candidato Duarte Silva (PSD) se perfila para assumir a luta por mais um mandato. Os argumentos são estes: Duarte Silva, no entender da Concelhia e da Distrital do PSD, vincou, “é o único candidato que pode levar o partido à vitória”. E apontou os exemplos da modernização dos equipamentos do porto de pesca, o prolongamento do molhe Norte, a futura plataforma logística e as obras no porto comercial como capacidade de influência do candidato junto do poder central. - Todas estas obras são da responsabilidade do Estado Central. Não são competência do Presidente da Câmara, e será altamente discutível se o candidato teve alguma influência nas decisões tomadas. Portanto, Duarte Silva baseia-se em obra alheia para se distinguir. Ora, isto indica o clamoroso falhanço do actual Presidente nos assuntos locais No sector do turismo, apontou as acções de promoção da Figueira em diversos certames temáticos futura adesão da cidade à Entidade Regional

Reunião - Câmara Municipal da Figueira da Foz 15.06.2009

CÂMARA MUNICIPAL REUNIÃO ORDINÁRIA CÂMARA MUNICIPAL Agenda da Reunião Ordinária de 15-06-2009 PERÍODO DE ANTES DA ORDEM DO DIA APROVAÇÃO DA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 01.06.2009 INTERVENÇÃO DOS MEMBROS DO EXECUTIVO INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE INTERVENÇÃO DOS VEREADORES ORDEM DO DIA 4 - DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO, FINANCEIRO E DE RECURSOS HUMANOS 4.1 - DIVISÃO ADMINISTRATIVA, PATRIMÓNIO E NOTARIADO 4.1.1 - PROCESSOS PARA CONHECIMENTO Relação que constitui o anexo número um à presente agenda, donde constam os processos a seguir mencionados e que foram despachados ao abrigo do n.º 3 do art.º 65.º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, alterada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e pelas Declarações de Rectificação n.º 4/2002, de 6 de Fevereiro e n.º 9/2002, de 5 de Março, publicadas na I Série do Diário da República e no âmbito das competências delegadas no Presidente da Câmara nas reuniões de 26 de Outubro de 2005 e 17 de Março de 2008. - Deferidos – 1 (um). 4.1.2 - NOMEAÇÃO DE VO

Resultados - Europeias 2009 - Resultados na Figueira da Foz

Eficiência energética: contributo para uma política local sustentável

A Câmara Municipal nas suas diversas infra-estruturas consome muita energia. Tendo em conta que grande parte dessa energia é importada (petróleo, carvão, gás natural), custando milhares de milhões ao país, impõe-se a racionalização do consumo e a procura de alternativas (solar, eólico, biocombustíveis). Há uma falta de consciência para o facto de Portugal andar em contra ciclo: para produzir uma unidade de riqueza usa o dobro da energia dos seus pares europeus (França, Irlanda, Áustria, Alemanha) isto é 0,88 barris de petróleo para gerar mil euros . Em pleno 2009, esta questão ainda não mereceu a atenção dos responsáveis locais. Utiliza-se a energia de forma pouco racional. Há um desperdício geral materializado nos edifícios por isolar, piscinas de porta aberta e sem uso de painéis solares térmicos, iluminação pública sem reguladores de fluxo, obras promovidas pela Câmara que escapam aos Regulamentos de Comportamento Térmico...etc. Acresce ainda a falta de consciência e sensibilização

Home - dia 5 de Junho

Amanhã, sexta-feira cerca das 20:30h será transmitido em simultâneo mundial na RTP2 (deveria ser na RTP1...mas a noção de serviço público está ausente da mente dos programadores da RTP) o novo documentário de Yann Arthus-Bertrand intitulado "Home". Este documentário serve para alertar para os grandes desafios ecológicos que o planeta enfrenta, mostrando simultaneamente imagens impressionantes da natureza recolhidas nos quatro cantos da Terra. via blog klepsydra

Newsletter nr.6 - Vereadores do PS na CMFF

Custo da Agenda Cultural: mais de 60.000 euros por ano (FGT)

Na reunião de Câmara de hoje discutiu-se a Agenda Cultural do CAE. Os custos são elevados: mais de 60.000 euros por ano. Ou seja, em 4 anos, Duarte Silva gastou 240.000 euros na realização da Agenda. O formato: papel couche , pesado e caro, por vezes com mais de 100 páginas. A distribuição: via CTT com entrega domiciliária porta-a-porta. Só este luxo custa-nos mais de 4.000 contos(em selos de correio ! em moeda antiga. O Presidente Duarte Silva defende estes sumptuosos gastos nos seguintes moldes "...temos que levar as pessoas à cultura , é um preço justo a pagar..." Aceita passivamente a indiferença da empresa municipal perante a necessidade de poupar e racionalizar. Pelo contrário ,fomenta esta cultura displicente perante gastos insuportáveis e com um retorno real indefinido. A Agenda de Lisboa está online aqui , newsletter. A FGT e o CAE ainda não têm a Agenda digitalizada, não existe uma versão em forma de newsletter, fácil, acessível, barata e disponível a todos. (ver