Mensagens

A mostrar mensagens de janeiro, 2010

Lista de Peixes Ameaçados em Portugal

Imagem
Ver informação aqui

A dívida da Madeira, a Figueira da Foz e o país

Imagem
Segundo o Ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, a dívida da Madeira ascende a 1.200 milhões de euros i.e. 1.200.000.000 (euros) ! A dívida per capita da Madeira é superior em quase 3x à de Lisboa. A Figueira também não fica bem no retrato, cada figueirense tem um passivo de 1.290 euros à custa de políticas insustentáveis iniciadas no tempo de Santana Lopes, agravadas por Duarte Silva . Deixar que Alberto João Jardim continue a ludibriar os portugueses seria simplesmente ruinoso. Há que dizer, finalmente BASTA, a quem ganha eleições penhorando o futuro. Só Marques Mendes no PSD foi capaz de dizer NÃO. Manuel Ferreira Leite confirma aquilo que já se sabia , não tem capacidade para agir perante a chantagem de Jardim. Mal vai o país se a Madeira continuar a endividar-se impunemente.

Artigo Publicado na Revista de Ordem dos Engenheiros sobre Podas em Árvores Ornamentais - Mitos Urbanos (II)

Mito Urbano Podas OE

Evolução, sensibilidade e árvores decepadas

Imagem
A manifesta baixa sensibilidade dos portugueses em relação às árvores, e em geral a falta de apreço pelo que é natural ( ler aqui, a história recente da lontra morta e enfiada no contentor) não pára de nos surpreender. Mas, desta vez as tradicionais "podas" de árvores em Maiorca estão a dar brado (ler Diário de Coimbra de terça-feira aqui) . Os vetustos plátanos do Largo de Maiorca todos os anos são massacrados pelos funcionários da Junta de Freguesia, cortam-lhe os ramos com a falsa crença que as árvores ficam mais saudáveis. Nada mais errado, como se pode ler aqui e abaixo. Desta vez , note-se a evolução, os moradores queixaram-se do estado lastimável em que ficaram as árvores. Com razão, o ataque às árvores foi bem mais vigoroso, segundo se vê na fotografia devem ter sido usadas motoserras. Fica facilitado o trabalho...com certeza ! Técnica ? Para quê ? É a olho, vai-se cortando aqui e ali, como se fosse uma árvore de fruto. Os plátanos são fortes e hão-de resistir, ist

Exposição de Pedro Cruz

Imagem
Fotografia retirada daqui

Haiti, desflorestação, ajuda e fogões solares

Desde 1954 que o Haiti perde a sua riqueza natural, as florestas são destruídas pelos madeireiros e pelos locais. Uma parte da floresta é transformada em carvão. Este combustível é então usado para aquecer água e cozinhar. A destruição da floresta provoca a erosão do solo e a desertificação. O processo é intensificado pelas más práticas agrícolas e falta de alternativas. Junta-se a tudo isto uma excessiva pressão populacional tornando a situação absolutamente insustentável numa espiral de pobreza e miséria. A agravar todos os problemas ambientais a ditadura de Papa Doc (e os bancos suiços onde estes ditadores guardam o seu dinheiro...). Ainda assim a ajuda americana (USAID) tentou plantar 25 milhões de árvores no início dos anos 80. O esforço foi entretanto reforçado com medidas suplementares: fornos mais eficientes, consumindo menos madeira e carvão; fornos solares. Contudo, a instabilidade política (muitas armas à solta...) e a falta de fundos impediram que os resultados sejam posit

Time For a New Age

Imagem

Capacidade de Agir - o que podemos nós fazer !

A propósito da tragédia do Haiti alguns autores de blogs locais e nacionais logo se apressarem em transcrever artigos sobre a "culpa" do Ocidente, e em especial dos EUA. O Haiti está como está porque os EUA, a Europa, ...não ajudaram, não fizeram, não estão interessados ! Estou pessoalmente cansado de todos os que permanentemente só sabem dizer mal. Servem-se de tudo para denegrir o esforço alheio. Raramente enaltecem seja quem for. Deixo um exemplo de boas práticas !Arquitectura para a Humanidade!

Parabenos - Substâncias presentes em vários cosméticos

Imagem
PARABENOS - fazem parte da composição de inúmeros cosméticos à venda no mercado. - desde há algum tempo que se suspeita que podem causar problemas ao sistema endócrino e são suspeitos (sem confirmação científica clara) de promoverem o cancro da mama, entre outros problemas - apesar de não existirem dados suficientes, a Direcção geral Europeia para a Defesa e Saúde do Consumidor aconselha os fabricantes a provarem que a variante Propyl e Butyl Parabeno sejam testadas, pois não há dados suficientes que garantam a respectiva inocuidade (ver texto acima) Ver mais informação no site da Direcção Geral para a Saúde e Protecção do Consumidor da União Europeia.

Estética

Imagem
Foto: Benavente Muitas paredes e muros do concelho precisam de ser embelezados. O muro no topo norte do estádio municipal da Figueira da Foz é um desses locais a necessitar de uma requalificação.

Energia das Ondas

Organizada pelo Rotary Club da Figueira da Foz, subordinada ao tema “Energia das Ondas: Um recurso inesgotável”, que será proferida pelo Eng.º Naval, Nuno Antunes dos Santos, Director-Geral da NAVALRIA pertencente ao Grupo Martifer-Energy Sistems. Esta sessão terá lugar no próximo dia 21 de Janeiro, quinta-feira, pelas 21.30, no Hotel Mercure. O convite é extensível a familiares e amigos. Podem ler mais em aqui http://rotaryfigueira.blogspot.com/

A credibilidade da RDP, o copy paste e o Provedor do Ouvinte

Estação alvo da Mensagem: Antena 1 Texto: Exmo Provedor do Ouvinte Adelino Gomes, Nos sucessivos noticiários nocturnos do dia 18.01, a informação pautou-se pela notícia das \"falências no sector dos transportes\" tendo como causa principal o aumento dos combustíveis. Toda a notícia tinha como base um comunicado da ANTRAM. Ou seja, uma entidade corporativa emite informação, o jornalista copia , amplifica e divulga como verdadeira. Contudo, o jornalista da RDP não trata de saber se a informação é verdadeira. Há mais falências ? O que diz o INE ? O que dizem as Câmaras de Comércio ? Há dados fidedignos ? Se há porque não são apresentados pelo jornalista de forma a complementar e a reforçar aquilo que diz a ANTRAM ? Digo eu: o jornalista fez o trabalho fácil, copiou e difundiu. Ponto final. O jornalista passa assim a ser uma voz de propaganda e não um ...jornalista. A RDP perde credibilidade. Não houve falências no sector dos transportes. Pelo contrário as empresas prospe

Alterações Climáticas - Falta de argumentos

Imagem
Recebo alguns e-mails de cépticos. Negam as evidências. Negam a ciência, apesar de alguns terem formação nessa área. E enviam-me textos que confundem clima com meteorologia, misturando uma descida de temperatura e um inverno frio com a média das temperaturas a médio prazo. Seria bom, muito bom, que o fenómeno das alterações climáticas não passasse de um enorme embuste. Uma preocupação a menos, um grande problema que não existiria. Mas mesmo assim, e todos sabemos que o petróleo não é infinito, devemos alterar algo nas nossas vidas, por mais que isso nos custe, para que os nossos filhos e netos não vivam uma situação de elevada instabilidade e incerteza. Também acredito que podemos ser mais felizes com menos carros, menos bens materiais (perdemos tanto tempo a arrumar tanta coisa que não serve para nada ....) e menos distância à Natureza, aquilo que nos rodeia.

Alterações Climáticas - Editorial do Figueirense

O penúltimo editorial do jornal O Figueirense da autoria do advogado Joaquim Gil, pronuncia-se de forma definitiva sobre o "embuste" das "marteladas" alterações climáticas. A principal inspiração e fonte de informação do director do jornal é o professor Adriano Moreira. No entanto, Adriano Moreira escreve o contrário, atente-se nas suas palavras publicadas no jornal Diário de Notícias a propósito de multilateralismo e a necessidade de actuarmos em conjunto perante os desafios que enfrentamos: Isto acontece porque, como disse Ban Ki-moon, as alterações climáticas constituem "uma crise de saúde, uma crise energética, uma crise alimentar, e uma crise de segurança"; acrescenta que o Árctico pode perder todo o seu gelo até ao ano de 2030, e tudo o mais relacionado com o ambiente exige um "acordo mundial sobre o clima". O procurado multilateralismo tem aqui a dimensão da unanimidade do G192, que traduz a repartição do mundo em Estados membros.

O capitalismo,os limites da produção e o desemprego

Faço copy e paste de um post do prezado economista Rui Fonseca. O tema é cada vez mais recorrente. Já lhe dediquei vários apontamentos neste caderno. Nomeadamente, a 16 de Junho de 2006 transcrevi aqui, do Público, parte de uma premonição feita numa entrevista concedida por Agostinho da Silva em 1990 aquele jornal, que concorre no mesmo sentido das minhas convicções acerca da inevitabilidade da redução do trabalho até à sua quase extinção: . “Não podemos pôr de parte a ideia de que o capitalismo domina a nossa vida. E tem que dominar, porque só uma economia capitalista pode levar a um desenvolvimento pleno do mundo e acabar a guerra contra a carência, que vem de longe”“Um dia, chegaremos a um ponto em que toda a economia desaparecerá e que será apenas uma recordação do passado, como queriam os portugueses do sec XIII (Ilha dos Amores, segundo Luis de Camões) (…) Esses portugueses queriam que a vida se tornasse gratuita, não reclamavam apenas que a vida se tornasse mais barata do qu

A nova página do CAE, a Vórtice Dance e os votos contra

A antiga página do CAE, responsabilidade da administração que cessou, custava cerca de 1.000 euros por mês. A Câmara indirectamente gastava então 12.000 euros por ano com um site que não tinha a Agenda online , não tinha bilheteira electrónica e era muito estático. Na renovação da página, realizada a custo zero, é visível o esforço aqui www.cae.pt sendo que há aspectos a melhorar na visualização da página. A Agenda do CAE (versão impressa) passou de um custo "astronómico" de 60.000 euros para 6.000 euros... (ver jornal A Voz da Figueira de hoje) Os jardins do CAE eram mantidos por uma empresa externa, cerca de 10.000 euros por ano que saiam do Orçamento da Câmara. Agora são mantidos pelos funcionários da própria Câmara, optimizando-se os recursos e cortando na despesa. Apesar do esforço de contenção do actual executivo, e da vontade de dinamizar o CAE, a oposição vota contra um Protocolo que visa a entrada da Vórtice Dance para a estrutura do CAE. Razões processuais, falt

Espécies em vias de extinção

Imagem
Existem 3.200 tigres à face da Terra. Segundo leio no jornal The Guardian Rinocerontes brancos do norte são somente 8 (oito) exemplares, dos quais quatro foram transportados de um Zoo na Rep. Checa para o Quénia. Tenta-se que os ditos se reproduzam em meio selvagem. Em 24 anos em cativeiro, Zoo checo, os rinocerontes brancos do norte nunca se reproduziram. A extinção dos Tigres estará para breve, caso não sejam tomadas medidas dramáticas para a protecção do seu habitat. A perda de biodiversidade é irreversível. Um processo evolutivo de milhões de anos é destruído em dois séculos de domínio da civilização do "homem branco". PS Este é o tipo de tragédias que o National Geographic não transmite, porque não t~em um "happy end".

Quercus liberta ave em perigo de extinção na Figueira

Imagem
A QUERCUS luta há mais de 25 anos pela manutenção da biodiversidade. A associação gere centro de recuperação de animais selvagens no interior do país , perto de Castelo Branco. Pode ler-se no site da Quercus o seguinte: Estima-se que a sua população seja composta por mais de 10000 indivíduos. A única colónia existente em Portugal continental apresenta-se nos Farilhões com 125 casais reprodutores. Esta espécie nidifica durante todo o ano, apresentando duas populações com picos de nidificação distintos: Primavera e no Outono

Químicos Perigosos - Ar Interior

Há umas semanas atrás comprámos um tapete de espuma na loja Decathlon para permitir que a nossa filha pudesse gatinhar pelo chão sem os inconvenientes da tijoleira. A espuma não tinha cores nem floreados,uma coisa simples, pareceu-nos. A abertura do filme de plástico revelou-se uma surpresa pela libertação de odores estranhos, seriam químicos voláteis. Arejamos a divisão. Mas ficou a dúvida, seria aquele produto perigoso ? Contactada a empresa fabricante do produto sobre a natureza dos químicos, a resposta foi vaga. Só nos disseram que o produto não era para crianças, mas para adultos ! No entanto, a embalagem e as instruções não mencionavam qualquer restrição ao seu uso, e o tapete de espuma não oferecia pela sua natureza física qualquer problema. A empresa fabricante nunca respondeu à pergunta por nós formulada: há químicos perigosos na composição do tapete, por exemplo formamida. O que é a perigosa formamida? É uma substância usada para reduzir os maus odores e que “está classificad

As palavras do Presidente da Republica Cavaco Silva

Imagem
- in jornal Público Confesso a minha profunda desilusão com o Presidente Cavaco Silva. Um discurso morno, a economia e sempre a economia, o ênfase no negativo, a falta de ideias verdadeiramente mobilizadoras. Muito pobre para o líder de uma nação. Não falou uma vez de ambiente, alterações climáticas, energia, ...E não deu uma ideia concreta sobre o que realmente devemos fazer para alterar o mundo que nos rodeia. Acima de tudo não nos disse a verdade: os tempos são outros, há que abdicar de mordomias e privilégios (classe média, funcionários públicos, reformados, forças armadas, médicos, políticos...) e trabalhar mais e melhor no interesse de todos. Temos que racionalizar o consumo, desperdiçar menos, e ser mais realistas. Talvez pudesse ir mais longe e apelar a um sentimento de frugalidade em benefício dos que menos têm e mais sofrem. Faltou-lhe tudo, um discurso cinzento e sem sal como a própria figura. Cavaco Silva não vai deixar saudades.

OGM - Organismos Geneticamente Modificados e Efeitos na Saúde Humana

Publico aqui a análise a um artigo sobre os OGM - Organismos Geneticamente Modificados, cada vez mais presentes na nossa alimentação, via rações/produtos animais como o leite, iogurte, carne...etc. Neste artigo os cientistas Séralini e colegas pegam nos dados em bruto dos estudos da Monsanto feitos aos milhos MON 863, NK 603 e MON 810 (este último cultivado em Portugal; todos eles autorizados para alimentação humana) e obtidos através de acção judicial e fazem pela primeira vez uma avaliação estatística independente da que a Monsanto fez. Os resultados, como seria de esperar, são muito diferentes dos da Monsanto: impactos no fígado e rins (os orgãos de limpeza do aparelho digestivo) e consequências negativas variáveis para o coração, baço, glândulas adrenais e sistema sanguíneo. Mas não fiquem à espera, que o facto de os ratos se darem mal com os transgénicos nunca foi, nem vai ser, razão suficiente para a EFSA, Autoridade Europeia de Segurança Alimentar, decidir que é boa ideia prote

Neve no sul

Imagem
Neva na Europa, mesmo as praias do norte de Itália estão coberta de neves. Na fotografia, enviada pela minha amiga Ellen, um chuveiro de praia...

Comentários Anónimos

Chegam-me comentários anónimos à caixa de correio. Para além da falta de educação e da calúnia grosseira e baixa, apresentam-se algumas questões pertinentes, mas de forma imprópria para publicação. Já sabem, neste blogue não publicarei tais comentários, apesar das ameaças veladas.

Novo Blog - Rua da Liberdade

Rui Beja da Silva lançou um blog sobre política local. A ler aqui.

"O Mundo Perdido do Comunismo"

Imagem
Leitura aconselhada àqueles que ainda acreditam na "utopia" do comunismo. Os regimes da Europa de Leste apoiados pelos comunistas portugueses, e inclusive por Álvaro Cunhal, foram sempre ditaduras de partido único incapazes de ouvir o povo e perceber quais as necessidades de quem governavam.

A Campanha do Governo Civil e as Esquadras Nacionais

Imagem
Hoje de madrugada (cerca das 2h da manhã) regressei a casa viajando de carro. Vinha de uma festa burguesa (sorriso) e onde a crise esteve ausente dado os anfitriões serem funcionários públicos reformados, e portanto não há desemprego nem salários em atraso nesta classe. Como tinha ingerido vinho (Ermelinda) e espumante (um excelente Murganheira...), e apesar de me sentir sóbrio, decidi passar o volante a quem não bebeu quase nada. Tinha a esperança de encontrar uma brigada de trânsito, fosse PSP, GNR no caminho. Nada. Muitos carros, mau tempo, estradas municipais por sinalizar (traços contínuos com mais de 10 anos e que nunca conheceram manutenção), mas, polícia nem vê-la. Deveriam estar algures na estrada, presumo, mas não naquelas por onde passei. Enfim, devo ter muita sorte, há mais de 6 anos que não me cruzo com operações STOP, ninguém me pede a carta ou manda soprar no balão. Há uns anos atrás indignei-me numa esquadra da PSP. O agente de serviço tinha uma televisão debaixo do ba