24.1.08

Voltamos a navegar à vela


A subida do preço do petróleo, as alterações (ou distúrbios) climáticos criam necessidades novas. Algumas soluções muito antigas, as velas, com um upgrade tecnológico (software, materiais) tornam possível a redução do uso de combustíveis fósseis (cerca de 35%). As velas aproveitam os ventos constantes (12-74 km/h) entre uma altitude de 100 a 300 metros.
Soluções de baixa complexidade tecnológica, as velas e respectiva produção, irão ser realidade dentro de poucos anos. Haja esperança num futuro (presente) mais limpo e menos agressivo para as outras espécies.

"The kite sail will help reduce annual fuel costs by 10-35%. Reduced fuel also means fewer harmful carbon emissions
The large towing kite resembles a paraglider and is shaped like an aircraft wing, to enable it to take advantage of different wind directions
It operates at 100-300m above surface level - much higher than a normal sailing craft - where winds are stronger and more stable
The kite can be used in winds of 12-74km/h (7-40 knots) and not just when the wind is blowing directly from behind the ship"

in BBC News

1 comentário: