1.6.08

Galante, Manifestação, Paulo Morais, Pedro Bingre


A grande dignidade de Paulo Morais, ex-Vereador do Urbanismo de Rui Rio, impressiona. Um homem simples que colocou os interesses da comunidade à frente dos seus. Em prejuízo do seu sossego e da sua família afrontou os interesses instalados no Porto. Compara os lucros obtidos através de alvarás e construção civil, ao tráfico de droga. Ali, na Praça Pública, na Figueira da Foz com o cenário que se vê na fotografia.
Caso o país tivesse mais Homens com a fibra de Paulo Morais,e a sua luta desigual por mais justiça, não estaríamos na cauda da Europa.
Infelizmente para todos nós, os cidadãos parecem mais interessados na maledicência gratuita e inútil do que na participação activa na vida pública.
Pedro Bingre notabilizou-se pelo discurso técnico. Como é que um terreno que hoje vale 1.000 euros amanhã , é valorizado, e no dia seguinte, mediante uma autorização de construção passa a valer 100.000 de euros ? Este enriquecimento súbito de alguns, o "pato bravismo", é feito à custa do empobrecimento da comunidade. Somos todos que pagámos a factura de um território desordenado, feio e poluído por enormidades sem escala humana.
Parabéns também ao advogado Trilho y Blanco pela coragem e persistência que tem mostrado.

1 comentário:

  1. Olá João!

    Aquele edifício naquele local é realmente desproporcionado. Tenho dúvidas, contudo, que alguém possa parar o que foi autorizado a chegar onde chegou. O que deveria haver, e parece que não há, era uma deliberação camarária que impedisse situações semelhantes no futuro.

    Já agora aproveito para te deixar o endereço de um blog que publica um tema do teu interesse: A economia da reciclagem.

    É de um amigo meu, professor universitário nos EUA, e coloquei nele um comentário.

    Se não concordares, e suspeito que não concordes, discorda!

    Abraço

    ResponderEliminar