27.10.08

Discussão do PU - começou hoje

(CLICAR NA IMAGEM PARA A AMPLIAR)
Na CMFF esteve hoje o técnico da empresa RISCO em sessão de esclarecimento, trata-se de explicar aos autarcas locais o Plano de Urbanização PU).
Entre muitas questões a do terreno actualmente ocupado pelo campo de treinos da Naval. Como se pode ver pela imagem acima publicada, o campo deixará de o ser, ou não, segundo o PU a hipótese de um complexo habitacional é plausível.
As Abadias Velhas são recortadas e o corredor verde do Parque de Campismo até ao Rio Mondego é definitivamente abandonado nos seus propósitos iniciais de continuo ecológico.
A própria Quinta do Viso, uma ilha verde com um pinhal ainda pujante, continua à mercê dos interesses imobiliários.
Prevalece, e o técnico da RSICO confessou-o, a ideia de que rever Planos de Urbanização significa fatalmente aumentar as zonas de urbanização programada. São instrumentos políticos e não técnicos, servem mais os interesses particulares de valorização monetária e individual do património (terrenos) do que o bem geral.
É minha forte convicção que este PU significa a continuidade da ocupação (colonização) situacionista do território, abandonando-se qualquer ideia de desenvolvimento sustentável ou minimamente solidário com as gerações futuras.
Como tenho vindo a dizer ao Sr. Presidente Duarte Silva, em sede de reunião de Câmara, o Executivo não tem estratégia nem se revela capaz de abraçar os a modernidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário